Entrevista sobre jovem candango

ENTREVISTA SOBRE JOVEM CANDANGO

Mesmo antes de assumir seu primeiro mandato como deputado distrital na Câmara Legislativa, em 2010, Agaciel Maia já tinha história para contar sobre seu trabalho em favor dos jovens. Quando esteve à frente da Gráfica do Senado Federal, Agaciel Maia desenvolveu um trabalho que acolheu diversos adolescentes.

Segundo conta o parlamentar, muitos eram jovens que estavam em vias de cair na marginalidade. Com o trabalho na gráfica, como aprendizes gráficos, muitos daqueles jovens hoje são gráficos de alta tecnologia, formados através de cursos e pais de família.

E o trabalho desse guerreiro não parou por aí. Assim que assumiu seu mandato na Casa de Leis do DF, Maia se empenhou para que o governo implantasse o Jovem Candango, programa que teve início em 2013 e agora dá oportunidade do primeiro emprego e continuação dos estudos há muitos jovens entre 14 e 18 das diversas cidades do DF.

Hoje, estamos aqui com o deputado Agaciel Maia, que é líder do Governo na Câmara Legislativa.

Celson – Deputado Agaciel, o programa já beneficiou, desde que foi implantado, mais de 3 mil jovens, que com uma jornada de quatro horas diárias de trabalho, conseguiram terminar seus estudos, conseguir o primeiro emprego com carteira assinada, com todos os direitos trabalhistas. Gostaria que falasse da importância do programa que o senhor ajudou a implantar aqui na capital federal.

Agaciel Maia – Proporcionar experiência profissional aos jovens de pouca idade, fazer com que continuem seus estudos e que tenham ainda uma renda é muito importante para incentivá-los e não deixar que se desviem para o caminho das drogas, por exemplo. São medidas muito importantes, principalmente para os jovens de famílias de baixa renda, que ganham a chance de melhorar de vida.

Celson – Quais são os principais benefícios para o jovem que ingressa no Programa Jovem Candango. E quem pode participar?

Deputado Agaciel – Os principais benefícios do programa é o jovem poder continuar seus estudos, pois essa é a condição número um, além de conseguir seu primeiro emprego, se profissionalizar e afastar-se do mundo do crime.

Ao ser aceito no programa, o jovem terá uma remuneração mensal de um salário mínimo, vale refeição, vale transporte, férias, carteira assinada.

Podem se inscrever jovens na faixa etária entre 14 e 18 anos que estejam cursando as últimas séries do ensino fundamental ou até mesmo aqueles que já estejam no ensino médio.

Celson – O governo já anunciou que estão abertas as inscrições para o Jovem Candango 2018.

Agaciel Maia – Isso mesmo. Os interessados podem acessar o site jovemcandango.org.br e fazer sua inscrição clicando na aba “Jovem Candango”. A cada dia, tenho a certeza que estamos no caminho certo.